Ouvindo e Obedecendo a Deus no Kairos do COVID19


por David Kornfield


Deus está trabalhando soberanamente através do COVID19. Ele quer trazer profundo reavivamento e renovação para a igreja e para o mundo. Neste tempo de kairos¹, Deus está abrindo uma oportunidade crítica de mudança que não existia antes. Sendo mais específico, Ele quer fortalecer nossas relações em seis esferas – com: 1) Deus, 2) conosco mesmo, 3) nossas famílias, 4) aqueles que discipulamos ou cuidamos, 5) nossa igreja e 6) nosso mundo. Embora essas seis esferas não sejam novidade, a forma como fazemos isso deve ser muito nova ou renovada à luz dessa crise.


Em relação a Deus, devemos pedir-lhe diariamente que revele o que está fazendo (João 5:19-20), para que possamos nos juntar a ele em sua obra. Sem discernimento, perderemos pequenas e grandes oportunidades. Isso depende de expandir nossa visão de Deus e de seus propósitos. No meio da crise de seu tempo, Isaías foi transformado pela majestade e santidade de Deus (Isaías 5:30, seguido por sua visão em Is 6:1-8). Da mesma forma, João, em Apocalipse, capítulo um, viu o poder, a glória e a autoridade de Deus sobre a igreja. Nos dois casos, a nova visão de Deus lhes permitiu ouvir Deus falando de novas maneiras.


A.W. Tozer escreveu em 1961: “Essa perda do conceito de majestade (de Deus) ocorreu exatamente quando as forças da religião estão dando passos dramáticos e são mais prósperas do que nunca nos últimos cem anos. Mas, o mais alarmante é que nossos ganhos são principalmente externos e nossas perdas totalmente internas; e como a qualidade de nossa religião é afetada pelas condições internas, pode ser que nossos supostos ganhos não passem de perdas espalhadas por um campo mais amplo".

Sozinho, não! Com Deus, sim!


Em relação a nós mesmos, devemos levar a sério o chamado de Paulo para cuidar de nós mesmos e daquilo em que acreditamos e ensinamos. Tanto a nossa vida como a dos que nos rodeiam dependem disso (1Tm 4:16). De muitas maneiras, instintivamente nós cuidamos. Agora temos que fazê-lo ainda mais intencionalmente. Isso inclui estar bem conectado com alguém que cuida de nós, nos discipula e ajuda a nos proteger. O mundo, a carne e o diabo podem tirar proveito do tremendo estresse do COVID19. Devemos contar com o fato que seremos surpreendidos e teremos maus momentos, dias ou períodos. Caminhe com e sob uma liderança piedosa e saudável. Faça uma lista das pessoas que você chamará quando o mal o atingir. Não se deixe cair e ficar caído sozinho (Ec 4:7-12).


Sozinho, não! Sendo cuidado, sim!


Em relação às nossas famílias, este é um momento único. Temos a oportunidade de criar memórias que durarão a vida toda. Forçados a estar em casa mais do que estivemos, agora é a hora de avançar de maneiras inéditas. As famílias precisam de novos recursos, um dos quais é o site https://family.fit/ que possui uma variedade de ferramentas para entrar em forma, crescer em fé e se divertir. Disponível em dezesseis idiomas, a cada semana de isolamento social é adicionada uma nova semana de atividades. Descubra maneiras participativas de todos se envolverem física, espiritual e emocionalmente.


Ao mesmo tempo, essa crise traz estresse para nossas famílias, que revela falhas ocultas abaixo da superfície. Se conflitos surgirem de maneiras além da sua capacidade de resolver, se beneficiar, aprender e mudar de maneira saudável, procure ajuda.


Sozinho, não! Em uma família unida e crescendo, sim!


Em relação aos nossos discípulos ou àqueles que são importantes para nós, é um tempo de Deus para amarmos de todo o coração (João 13:34-35), para nos conectarmos mais profundamente. Através do COVID-19, Deus está nos podando. Tivemos que cortar ou podar partes importantes de nossas vidas. Podemos lamentar essas perdas, mas para avançar, precisamos adotar novos paradigmas.


Devemos expandir nosso entendimento da dupla missão de Jesus: sua obra redentora descrita no Evangelho e sua obra reprodutiva de fazer discípulos. No final de sua vida, Jesus declarou que cada uma dessas missões estava concluída (João 17:4; 19:30). Precisamos renovar e atualizar nossa visão e prática desta dupla diretiva.


Comentando mais sobre o fazer discípulos, se cada um de nós cuidar e / ou discipular alguns outros², talvez duas ou três pessoas, que ajudam outros a fazer o mesmo, criaremos uma incrível rede de relacionamentos de discipulado ou multiplicação. COVID-19 é assustador porque se reproduz em todos os lugares. O povo de Deus tem a oportunidade de fazer o mesmo, contagiar os outros não com doenças, mas com o amor curador e transformador de Deus. Peça a Deus que esclareça algumas pessoas fora de sua família para discipular ou cuidar. Você pode ter um círculo secundário maior, mas concentre-se em alguns. Jesus tinha setenta e doze, mas também investiu intencionalmente nos três.


Sozinho, não! Caminhando com discípulos multiplicadores, sim!


Em relação à nossa igreja, o COVID-19 exige que repensemos uma igreja fora do prédio e além do domingo. Precisamos aplicar 2Cr 7:14 a nós mesmos e perguntar a Deus que partes das cartas de Apocalipse nos capítulos dois e três podem se aplicar a nós hoje.

Pequenos grupos ou células nunca foram tão importantes. Temos aplicativos que fornecem não apenas uma sala virtual, mas também salas para dividir em subgrupos. Precisamos estar bem conectados em termos de necessidades físicas e financeiras, primeiro em nossos pequenos grupos, e depois na igreja maior, conforme necessário. Atos 2:42-27 e particularmente vv. 44-45, falando que as necessidades de todos foram atendidas, devem ganhar vida de uma nova maneira. Atos 6:1-7 esclarece o valor da liderança que trata das necessidades físicas, juntamente com a liderança que se concentra nas necessidades espirituais.


Sozinho, não! Andando com uma igreja relacional, sim!


Em relação ao nosso mundo, o COVID-19 mais do que nunca nos conscientiza de como somos interdependentes em todo o mundo. A visão de Deus sempre foi para as nações. A visão de Isaías (capítulo seis) culminou com Deus abrindo seus ouvidos para ouvir a pergunta: "A quem podemos enviar?" À medida que o COVID-19 muda nossos valores, padrões, perspectivas e estilos de vida, temos uma porta aberta para abençoar, orar e servir, respondendo àqueles que estão com medo, necessidade, sofrimento e luta. Más notícias estão por toda parte. Vamos iluminar esta escuridão com a cura e a esperança das Boas Novas!


Sozinho, não! Enviado por Deus para um mundo em crise, sim!


Perguntas para reflexão (individualmente e em pequeno grupo):


1. Qual dessas seis relações mais chama sua atenção?

2. Com o que sua igreja precisa lidar mais agora?

3. Como você pode avançar em pelo menos uma destas relações?


_______


¹ Kairos é a palavra grega antiga para um tempo crítico ou oportuno, em contraste com chronos, que se refere ao tempo cronológico. Este tempo de Deus é uma oportunidade única e limitada para mudanças profundas.


² Algumas pessoas podem se sentir inseguras sobre como discipular, não tendo feito isso intencionalmente antes. Cf. www.mulheresmentoras.com.br, na aba recursos, para encontrar os seguintes artigos:

1. Primeiros passos para fazer discípulos

2. Passos adicionais para fazer discípulos

3. COVID19 e a oportunidade inédita de fazer discípulos


Texto publicado originalmente no site Homens Mentores

0 visualização

Capacitações

- Discipulado & Mentoria
- Liberdade em Cristo
- Mentoria Avançada
- Sabedoria do Lar

Redes Sociais

Acompanhe

Mulheres Mentoras

nas redes sociais:

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

Contato

Rua Moisés Salomão, 76
Apartamento 103

Catalão-GO

CEP 75703-030

Tel: (61) 99939-4185

© 2019 - Mulheres Mentoras