Masculinidade, saúde emocional e relacionamentos

Atualizado: Abr 21

Saiba mais sobre o assunto na segunda parte de nosso bate-papo com Fabrini Viguier, autor do livro “Ser homem: Um guia prático para a masculinidade cristã”



Por Cleiton Oliveira


Para ler a primeira parte deste conteúdo especial, clique aqui.


Muitos homens têm dificuldades para expressar seus sentimentos, fechando-se em angústia e introspecção. É possível superar essa dificuldade? Se sim, como? Quais são os benefícios de colocar para fora o que aflige o coração e a mente?


Sim, é possível superar essa dificuldade. Primeiro, o homem precisa saber o porquê dessa dificuldade: temperamento, criação, preconceito? Uma vez detectada a causa, é fundamental trabalhar com afinco para superá-la. Pedir ajuda da companheira, de um amigo, parente ou terapeuta é importante. Expressar os sentimentos de maneira positiva, mesmo que esses sentimentos a priori não sejam positivos, faz com que o homem aprenda a se conhecer melhor e permite que os demais também o conheçam.


No livro, você também aborda a questão do relacionamento do homem e seu pai, compartilhando a triste realidade de que existem muitos homens com feridas nesse sentido. De que forma é possível superar dores, traumas e abusos sofridos e oferecer perdão e reconciliação àquele que deveria ser um referencial de conduta e afeto?


É preciso entender o que realmente significa perdoar. Muitas vezes, temos dificuldade de perdoar porque acreditamos que perdão e esquecimento são sinônimos, mas não o são! Perdão não significa amnésia. Alguns traumas são tão profundos que suas memórias são visíveis em cicatrizes no corpo do filho abusado. Portanto, não devemos entender o verdadeiro perdão como uma amnésia, mas sim como a “desemocionalização” de uma lembrança dolorosa. Lembramos não mais com sofrimento, dor, raiva, desejo de vingança.


O importante é olhar para o acontecido como algo que não foi desejável, mas que já não tem o poder de direcionar nossas ações e reações. Caso seja muito difícil perdoar, deve-se começar amando de maneira comportamental, agindo com respeito pela posição paterna em si. Dessa forma, mais tarde, o ferido verá que existe espaço para amar de forma sentimental aquele pai que o decepcionou.


Como a fé e a comunhão com Cristo se tornam o grande diferencial para uma vida cheia de propósito, motivação, responsabilidade e santidade, mesmo em um mundo repleto de desafios, decepções e tentações?


Podemos dizer, com toda segurança, que Jesus é o homem mais importante não só da Bíblia, mas de toda a história humana. Jesus foi absolutamente tudo que gostaríamos e precisamos ser. Além do fato de ser Deus, Ele foi um homem absolutamente puro. Ele foi tentado, mas nunca pecou. Só alguém que passou por nossos caminhos de pedra e nunca caiu pode nos entender e nos ensinar o caminho da vitória. No mundo perdido e inconstante de hoje, a firmeza e estabilidade de Jesus Cristo são alicerces seguros.


De que forma você enxerga a importância de a igreja olhar com mais cuidado para o homem e criar programas que atendam às suas necessidades?


É fundamental que a igreja se preocupe e invista na espiritualidade de seus homens, até porque para muitos “religião é coisa de mulher”. Homens espiritualmente fortalecidos abençoam não só suas igrejas e sua família, mas também toda a sociedade.


Nesse sentido, quais conselhos daria aos pastores e líderes que desejam oferecer assistência, discipulado e mentoreamento aos homens de sua comunidade?


Movam-se! A necessidade é grande! A seara sempre será enorme e os ceifeiros, poucos. Não espere o local perfeito, a hora perfeita, a quantidade perfeita, comece já. Nosso papel é plantar, os frutos o Senhor dará e multiplicará.


Uma mensagem aos nossos leitores.


Que todos nós, povo de Deus, homens e mulheres, nos encarreguemos de educar nossos meninos. Não nos preocupemos, em primeiro lugar, com a escola de qualidade, com o quarto confortável, nem com a poupança para um futuro financeiro mais tranquilo. Antes de tudo, ensinemos, através do exemplo, nossos pequenos a viver em genuína comunhão com Deus e sua Palavra.•


Artigo originalmente publicado em homensmentores.com.br


Saiba mais!


Para ler a sinopse do livro Ser homem: Um guia prático para a masculinidade cristã (Thomas Nelson Brasil), clique aqui.


Leia também:


Seja mentor da próxima geração

A importância do mentor e os benefícios da mentoria

Bíblia e cura interior: entrevista com Marcelo Aguiar


Cleiton Oliveira é jornalista, tradutor e ghostwriter de autores brasileiros. Estrategista em comunicação institucional e assessoria de imprensa, é colaborador de conteúdo para os Ministérios Homens Mentores e Mulheres Mentoras. Criador do blog "Por toda a Terra - Mensagens de vida para as nações" (portodaaterra.com), escreve artigos que falam de esperança, transformação e fé.

5 visualizações

Capacitações

- Discipulado & Mentoria
- Liberdade em Cristo
- Mentoria Avançada
- Sabedoria do Lar

Redes Sociais

Acompanhe

Mulheres Mentoras

nas redes sociais:

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

Contato

Rua Moisés Salomão, 76
Apartamento 103

Catalão-GO

CEP 75703-030

Tel: (61) 99939-4185

© 2019 - Mulheres Mentoras